As notícias que você precisa saber agora para começar bem a sexta-feira

  • Boi: arroba atinge R$ 270 no mercado físico em São Paulo, diz Scot
  • Milho: saca acima de R$ 80 é cada vez mais comum nas praças brasileiras
  • Soja: escassez mantém preços firmes e Rondonópolis (MT) tem saca a R$ 173
  • Café: arábica se recupera em Nova York e gera altas no Brasil
  • No Exterior: debate entre Trump e Biden traz poucas novidades
  • No Brasil: inflação ao consumidor e contas externas são destaque na agenda

Agenda:

  • Brasil: IPCA-15 de outubro (IBGE)
  • Brasil: contas externas de setembro (Banco Central)
  • EUA: PMIs da indústria e de serviços de outubro

Boi: arroba atinge R$ 270 no mercado físico em São Paulo, diz Scot

A Scot Consultoria registrou novas altas no mercado físico de boi gordo. Em São Paulo, a cotação chegou a R$ 270 por arroba, preço bruto e a prazo, para os animais destinados ao mercado interno. O mesmo valor das boiadas destinadas ao mercado externo, mas à vista. A consultoria também registrou avanços nas fêmeas.

Na B3, o pregão marcou uma interrupção das fortes altas dos últimos dias com a curva recuando em praticamente todos os contratos. O ajuste do outubro passou de R$ 271,75 para R$ 270,75, o do novembro de R$ 289,05 para R$ 284,45 e o de dezembro de R$ 290,45 para R$ 287.

Milho: saca acima de R$ 80 é cada vez mais comum nas praças brasileiras

No levantamento diário das consultoria Safras & Mercado, as cotações do milho seguem em alta e valores acima de R$ 80 são cada vez mais comuns nas praças brasileiras. No porto de Santos (SP), o preço ficou em R$ 79/80 e no de Paranaguá (PR), em R$ 78/80. Em Campinas (SP), ficou em R$ 81/83 e em Erechim (RS), em R$ 77/80. O indicador do Cepea segue renovando recordes e engatou dezessete altas consecutivas, sendo as três últimas superiores a 2%. A cotação passou de R$ 75,39 para R$ 77,33 por saca.

Assim como no caso do boi gordo, os futuros do milho na B3 tiveram pregão de baixa após uma sequência de altas expressivas. O ajuste do vencimento de novembro passou de R$ 83,92 para R$ 82,89 e o do janeiro de 2021 de R$ 84,04 para 82,97.

Soja: escassez mantém preços firmes e Rondonópolis (MT) tem saca a R$ 173

A consultoria Safras & Mercado segue registrando negócios escassos em virtude da falta da soja no mercado brasileiro. Com isso, os preços seguem firmes diante da oferta menor. Apesar da pequena queda dos contratos futuros em Chicago e do dólar, as cotações ficaram sustentadas no Brasil. Destaque para Rondonópolis (MT), onde a saca passou de R$ 174 para R$ 173.

Café: arábica se recupera em Nova York e gera altas no Brasil 

O café arábica teve alta superior a 2% na Bolsa de Nova York e garantiu sustentação e avanços dos preços no Brasil. No exterior, o contrato para dezembro passou de US$ 1,0415 para US$ 1,0670 por libra-peso. No mercado doméstico, o indicador do Cepea do café arábica passou de R$ 531,54 por saca para R$ 539,87, uma alta diária de 1,6%.

No Exterior: debate entre Trump e Biden traz poucas novidades

Com pouco menos de duas semanas para o dia final da eleição nos Estados Unidos, o último debate entre o presidente Donald Trump e o candidato democrata Joe Biden trouxe poucas novidades aos mercados. O confronto teve um tom mais calmo em comparação ao primeiro, mas não parece gerar movimentos bruscos de mudanças de votos. As pesquisas e as bolsas de apostas continuam apontando uma vitória de Joe Biden.

O aumento de medidas de restrição aos negócios e à circulação de pessoas na Europa em virtude do aumento de casos de Covid-19 parece já afetar o setor de serviços. O PMI da do setor na Zona do Euro em outubro recuou e ficou abaixo do projetado pelo mercado.

No Brasil: inflação ao consumidor e contas externas são destaque na agenda

Após uma semana com agenda econômica esvaziada, o encerramento traz a prévia da inflação ao consumidor de outubro (IPCA-15) e as contas externas de setembro. Em relação à inflação, os investidores monitoram se a aceleração dos preços dos alimentos está sendo repassada a alguns outros produtos e contaminando o índice total. Dessa forma, a dinâmica da inflação pode ser melhor avaliada e atualizar as projeções para os próximos passos da política monetária para decisão sobre a taxa Selic.

Fonte: Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *