URGENTE! CHINA LIBERA IMPORTAÇÃO DA CARNE BRASILEIRA

O Ministério da Agricultura disse ao canal de TV CNN Brasil na manhã desta quarta-feira (15) ter recebido a informação de que a China derrubou o embargo à carne bovina brasileira. A assessoria de imprensa da pasta informou que não tem detalhes da decisão do governo chinês, mas especificou que foi informada de que as exportações ao país asiático voltaram ao normal, com a certificação e embarque da proteína animal.

E também confirmada pela Reuters – “A administração alfandegária da China disse que permitirá que as importações de alguns produtos de carne bovina do Brasil sejam retomadas na quarta-feira.

”A informação foi publicada pelo executivo Ms. Cao Jizhen, da HUB International Trade, empresa especializada em importação e exportação para o mercado chinês.

Confira o comunicado A Administração Geral das Alfândegas da China (GACC) atualizou a lista de proteínas animais aprovados para a China publicada em seu site oficial e a exportação de produtos de carne bovina desossada do Brasil com menos de 30 meses de idade para a China é retomada a partir de hoje, 15 de dezembro.

O tempo de produção, embarque e emissão do certificado sanitário foram definidos, o que significa que a proibição da carne bovina brasileira foi completamente suspensa e a carne bovina do Brasil pode ser exportada para a China novamente. Este é, sem dúvida, um grande benefício para os importadores e exportadores brasileiros de carne bovina.

Boa notícia ao mercado pecuário brasileiro O embargo à carne brasileira já se estendia há quatro meses e causou impactos no setor agropecuário, já que a China é o principal mercado da carne brasileira. A suspensão das exportações de carne bovina brasileira aconteceu por conta do caso não transmissível de EEB (encefalopatia espongiforme bovina), mais conhecida como mal da vaca louca.

Segundo levantamento da Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo), o volume de exportações de carne bovina brasileira caiu 43% no mês de outubro quando comparado ao mesmo período de 2020. Fonte: Status Invest Na Bolsa de Valores Brasileira, ontem, as gigantes brasileiras da indústria da carne tiveram suas ações subindo mais de 5%, mais uma evidência de que os chineses iriam voltar as compras.

Preço do boi gordo O mercado físico do boi gordo encerrou a terça-feira mostrando um aumento no volume de negócios. Os produtores cederam às pressões das indústrias frigorificas e com isso a referência estabeleceu-se próxima aos R$ 310,00/@. Na B3, o contrato futuro do boi gordo com vencimento para dez/21, encerrou o dia cotado em R$ 311,15/@, valorizando 0,55% no comparativo diário.

Fonte: Compre Rural

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.